4 maneiras eficientes de aquecer a água de piscinas

As baixas temperaturas não significam que a diversão na piscina esteja perdida. Atualmente, o mercado disponibiliza diversas opções para o aquecimento de água de piscinas. Basta fazer uma boa escolha quanto ao melhor equipamento, considerando a economia e a eficiência dele para atender a diferentes demandas.

Assim, fica mais fácil aproveitar para relaxar e se divertir na piscina durante o inverno, não é mesmo? Entenda as vantagens e desvantagens dos quatro principais métodos de aquecimento:

1. Aquecedor a gás

Esse sistema funciona por meio da queima de gás natural ou de gás liquefeito de petróleo (GLP), que aquece um mecanismo de troca de calor com a água. Funciona assim: a água circula por tubos trocadores de calor, que passam sobre as chamas, e retorna aquecida para a piscina.

Os aquecedores a gás são indicados para piscinas menores, de até 150 m³. A grande vantagem deles é que atingem altas temperaturas, independente da situação climática, além de serem seguros, pois possuem um dispositivo de segurança que fecha o gás automaticamente quando a chama se apaga. Porém, não são ambientalmente corretos e o uso de combustíveis fósseis para aquecer a água tem um custo mais elevado.

2. Aquecedor solar

No aquecimento solar, a água é bombada para dentro de coletores formados por mangueiras, que transmitem o calor capturado por placas expostas ao sol. Geralmente, esses coletores são instalados em telhados, lajes ou no próprio chão.

Esse sistema é ecologicamente correto, sustentável e chega a economizar até 70% de energia, em comparação a outros aquecedores. A desvantagem é que o método depende de condições climáticas para funcionar. Outro ponto negativo é que a instalação precisa de um investimento maior e, geralmente, custa mais caro que as demais opções.

3. Trocador de calor

O trocador de calor, ou bomba de calor, funciona como um ar condicionado invertido. Ele absorve, intensifica e transfere o calor do ar externo para a água da piscina. O equipamento deve ser instalado ao ar livre.

Esse é o sistema mais usado para aquecer água de piscinas, porque é eletrônico, de instalação simples, muito eficiente e econômico, em relação a outros métodos de aquecimento. Porém, em dias frios, o trocador pode demorar mais para esquentar a água, e também necessita de manutenções periodicamente.

4. Aquecedor elétrico

Outra opção bastante popular é o aquecedor elétrico. Ele funciona de maneira simples, sugando parte da água para um tanque de aquecimento que faz o bombeamento de volta para a piscina e a mantém quente. O preço desse equipamento é acessível e ele pode ser encontrado facilmente no mercado.

No entanto, seu consumo é de 24 kW/h, o equivalente a cinco chuveiros elétricos, e o gasto mensal ao usar esse tipo de aquecedor é alto.

Analise qual maneira de aquecer a água de piscinas se adéqua melhor às suas necessidades. Leve em conta a importância de diminuir impactos negativos no meio ambiente, a economia e a demanda que o equipamento deverá atender — ele será usado para uma piscina grande ou pequena? Garanta conforto e lazer para você e sua família também nos dias frios!

Fonte:http://tibumpiscinas.com.br

Receba nossas novidades!

Preencha os dados abaixo para receber nossas novidades em primeira mão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *